REVISTA LIVROS & LEITURAS

A Revista Livros & Leituras está nos quatro cantos do mundo...Estamos também nas redes sociais...Atualizações a qualquer instante no Facebook, Instagram e Twitter...

quarta-feira, 21 de abril de 2021

Jovem autora ribatejana estreia-se na poesia


 

“Escrevo deitada a pensar/o quanto amo sonhar/Se querer é poder/Então vamos acreditar.” Esta é a primeira de seis estrofes do poema de Joana Gonçalves, publicado recentemente na antologia de poesia contemporânea, “Entre o Sono e o Sonho”, da Chiado Books.

Ao longo dos 24 versos, em esquema cruzado, verifica-se por parte da autora um jogo de imagens multifacetadas entre as palavras sonhar, querer e acreditar.

A estrutura interna do poema está muito bem ligada à externa. Há um fluir de ideias que transporta o leitor para uma rua sem fim, pois esta ribatejana, natural de Samora Correia, termina esta sua lírica sem nenhum sinal de pontuação.

A sua poesia é rica em adjetivação e predomina quase sempre o animismo, a aliteração e a personificação. Verificamos igualmente o uso constante do enjambement, o que transmite uma maior profundidade de campo ao pensamento.

Estamos perante uma espécie de narrativa aberta que possibilita uma interpretação distinta. As estrofes são altamente melódicas e isso percebe-se pelos antecedentes que a autora tem com a escrita. Recorde-se que Joana já escreveu várias letras em estilo hip hop e rap.

Os interessados em ler o poema da autora, sempre podem ir até à página 594 desta interessante antologia poética.

Joana Gonçalves é filha do jornalista e professor de literatura Mário Gonçalves (na foto com a autora). É caso para dizer que “filha de peixe…”

Sem comentários:

Publicar um comentário